Menu
Carrinho 0

Bilhete manuscrito do ano 1450

Até 3x sem juros, frete grátis, com certificado de autenticidade

  • R$ 1.950,00


Em 1450, apenas cinquenta anos antes do descobrimento do Brasil, um conselheiro do rei da França recebe sua pensão.

Bilhete manuscrito de Bérard de La Motte para o tesoureiro das cidades francesas de Carcasonne et de Béziers. Uma página. Em francês. 23 cm x 15 cm. França, castello de Roquetaillade, o dia 31 de julho de 1450. Excelente estado. Peça única.

Extrato

Reconheço ter recebido do tesoureiro de Carcassonne e Beziers o valor de 500 libras que ele tem direito de tomar anualmente para a sua pensão.

Conselheiro e camareiro do rei da França Carlos VII (1403 - 1461), Bérard de La Motte foi um dos Senhores de Guyenne, que apoiaram o rei da França durante seu reino (1422 - 1461). Viveu em um momento importante da História da França, inseparável de Joana d´Arc, quando a França reconquistou aos poucos os territórios ocupados pelos ingleses, o último sendo Guyenne (a região de Bordeaux), mencionado nessa carta, em 1453.

Esse bilhete foi justamente escrita no castelo de Roquetaillade, perto de Bordeaux, um dois 1.000 primeiros edifícios declarados monumentos históricos e protegidos pela França em 1840. 

Por que esse documento é raro ?

Esse documento é obviamente admirável pela época histórica que ele descreve, tanto para a França e como para o Brasil : imaginamos que apenas 50 anos depois, o Brasil foi descoberto por Cabral. Além da incrível caligrafia do século XV, esse documento é notável por seu estado, excepcional para um documento de 568 anos. Pertenceu a um renomado colecionador francês, Léon Muller, especialista em história francesa (especialmente de Napoléon).


Documentos relacionados


Receba as novidades + Aprenda sobre o mundo fascinante dos documentos raros.