Pular para as informações do produto
1 de 4

Com certificado de autenticidade e garantia

Telegrama manuscrito de Heitor Villa-Lobos (1957)

Telegrama manuscrito de Heitor Villa-Lobos (1957)

Preço normal R$ 3.500,00 BRL
Preço normal Preço promocional R$ 3.500,00 BRL
Promoção Tem novo guardião

Em 1957, Villa-Lobos agradece um renomado compositor francês por interpretar sua personalidade e suas obras.

  • Telegrama de Heitor Villa Lobos para Jacques Chailley.
  • Paris, 1957.
  • Uma follha.
  • 20 cm x 15 cm.
  • Em francês.
  • Perfeito estado.
  • Peça única.

Traduzido do francês : "Mais uma vez, mil agradecimentos por sua interessante e comovente interpretação sobre mim e minhas obras, cordialmente VILLA LOBOS."

O Brasil tem imensas riquezas, e a música é uma delas: sempre pensamos na Bossa Nova de Tom Jobim, João Gilberto e Vinícius de Moraes. Mas são inúmeros os estilos, os músicos e as composições que encantam os ouvidos humanos (inclusive os meus!) e inspiram outros músicos no mundo inteiro, há séculos. Villa Lobos é um artista brasileiro de referência mundial, e esse telegrama é uma prova escrita - precisava? - desse imenso talento. 

São notáveis aqui, essas linhas da mão do compositor, com uma assinatura incomum (feita para ser bem legível nos telegramas) e especialmente a parte: “interessante e comovente interpretação sobre mim e minhas obras”, que demonstra como um artista, mesmo já consagrado, pode ser tocado pelo interesse do público e seus pares.

Outro ponto interessante: cartas, dedicatórias ou telegramas ganham interesse e valor quando o destinatário é bem identificado e tem renome. É o caso aqui, pois Jacques Chailley é um musicólogo e compositor francês bem conhecido, e uma das principais figuras da vida musical francesa pós Segunda Guerra Mundial.

Por fim, esse telegrama é datado de 1957, bem no fim da vida de Villa-Lobos, que faleceu em 1959. 

Ver informações completas

Formulário de contato