Pular para as informações do produto
1 de 4

Com certificado de autenticidade e garantia

Fotografia comentada de um voo de Santos Dumont (1904)

Fotografia comentada de um voo de Santos Dumont (1904)

Preço normal R$ 2.500,00 BRL
Preço normal Preço promocional R$ 2.500,00 BRL
Promoção Tem novo guardião

"Santos em cima da parada militar em 14 de julho de 1904."

  • Carta manuscrita de Louis Bereau para Albert Tissandier, com fotografia de época em formato de cartão postal e texto sobre Alberto Santos Dumont.
  • Julho ou agosto de 1904, Paris.
  • 14 cm x 9 cm.
  • Em francês.
  • Excelente estado.
  • Peça única.

Muitas vezes nos perguntamos quem inventou o avião. Os irmãos Wright, dizem os americanos. Os franceses falam de Clément Ader. Os brasileiros afirmam ter sido Santos Dumont. Na realidade, como a maioria das grandes invenções, não há um único inventor mas várias pessoas que pensaram, experimentaram, falharam e conquistaram pequenas vitórias para que finalmente - um dia - o sonho se tornasse realidade. O mesmo vale para a invenção do automóvel, do telefone, da internet, da conquista do espaço, etc.

Louis Bereau, o autor desta carta, era bem conhecido no mundo aeronáutico. Uma pessoa influente que frequentava e apoiava a maioria dos aventureiros da aviação. Ele já havia feito muitos voos em balões e tinha uma coleção impressionante de objetos relacionados a esse assunto que tanto inspirou os inventores. E em 1900, foi pedido pela França, que apresentasse a coleção na Exposição Universal de Paris.

Albert Tissandier, era irmão de Gaston Tissandier, e tio de Paul Tissandier, que já apresentei aqui em outros documentos. A família Tissandier era famosa e foi decisiva no mundo dos balões e motores, e para Santos Dumont. Eles eram apaixonados por mecânica e são responsáveis por uma série de patentes e recordes, incluindo o recorde mundial de velocidade do avião (Paul, 25 de maio de 1909). De fato, os pioneiros da aviação eram mecânicos e se interessaram pelo automóvel, uma invenção recente. Por exemplo, a marca francesa Peugeot - que os brasileiros conhecem bem - financiou mais tarde o trabalho do francês Etienne Oehmichen, que contribuiu largamente para a invenção do helicóptero com Breguet, Cornu, Pescara (um espanhol) e outros.

Mas a magia dos documentos raros muitas vezes está nos detalhes. É mais uma vez o caso aqui, com esta pequena frase escrita por Louis Bereau no topo, logo acima da foto:

"Santos (Dumont) em cima da parada militar em 14 de julho de 1904".

De fato, vemos nesta fotografia, Santos Dumont em 14 de julho de 1904, no que parece ser o número 14, nos subúrbios de Paris, em St. Cloud ou Bagatelle, participando do feriado nacional francês, o dia da tomada da Bastilha durante a Revolução Francesa (14 de julho de 1789).

A história de Santos Dumont está ligada ao dia 14 de julho, Festa Nacional da França. Em 14 de julho de 1903, pela primeira vez no mundo, um aparelho voador participou de um desfile militar. E o autor da façanha foi Santos Dumont, com o dirigível número 9, o mais popular dos seus balões.

Pode-se imaginar que Bereau, os Tissandier, os militares franceses, muitas personalidades importantes, inclusive o Presidente da República, assim como milhares de curiosos, se encontrariam ali, elegantes e de cabeça erguida, para admirar a audácia desse pequeno brasileiro. Na carta, Bereau acrescenta que sua saúde não era boa e, de fato, ele faleceu apenas alguns meses depois, sem ter visto Santos Dumont voar “de verdade”.

O documento que apresento hoje é o tipo de raridade que adoro descobrir. É um testemunho vibrante desta época, final do século XIX e início do século XX, quando muitos entusiastas, amadores e profissionais, se interessavam pelo sonho mais antigo do homem: voar. Principalmente, na Europa e na América.

Ver informações completas

Formulário de contato