Pular para as informações do produto
1 de 3

Com certificado de autenticidade e garantia

Carta de Jorge Amado (1973)

Carta de Jorge Amado (1973)

Preço normal R$ 0,00 BRL
Preço normal Preço promocional R$ 0,00 BRL
Promoção Tem novo guardião

> Esse item saiu do catálogo, veja aqui os documentos disponíveis <

Em 1973, na Bahia, Jorge Amado apoia o lançamento de novas edições dos livros do casal Olinto.

  • Carta datilografada com a assinatura e uma nota manuscrita de Jorge Amado, para o casal de amigos, Antônio e Zora Olinto.
  • Uma folha. Em português.
  • 19 cm x 27 cm.
  • Salvador, 22 de agosto de 1973.
  • Excelente estado.
  • Peça única.

Acho ótima a idéia de Zora e você lançarem aqui, numa das livrarias do DM, a nova edição de “Iemanjá” e as “Teories e Other Poems”.

Jorge Amado (1912-2001), um dos escritores mais famosos da literatura brasileira, fez sucesso nas livrarias e na televisão brasileira por meio de inúmeras novelas de sucesso. Sua obra foi traduzida para 49 idiomas e publicada em 55 países, tornando-o um ícone literário global, cuja popularidade rivaliza com a de Paulo Coelho. Grande admiradora da obra de Jorge Amado, sua esposa Zélia (1916 - 2008), que também foi uma escritora de renome, fotografou a vida do marido e sempre o ajudou muito. Por exemplo, ela revisou e digitou os manuscritos originais do autor na máquina. Eles viveram no Rio de Janeiro, na Europa e na Bahia, a terra natal do marido.

Antonio Olinto e Zora Seljan estavam entre os mais íntimos amigos de Jorge Amado e Zélia Gattai. Eles viviam em Londres, e mantinham contato por correspondência no intervalo das visitas. A cultura afro-brasileira era tema constante, dado o interesse comum que eles tinham sobre o assunto. Zora escreveu dois livros sobre “Iemanjá” (1967 e 1972), uma importante orixá africana, que inspirou também Jorge Amado em um de seus primeiros romances, “Mar Morto” (1936). Antônio, por sua vez, escreveu “Theories and Other Poems” em 1972, a tradução inglesa de As Teorias por Jean McQuillen. 

Uma nota manuscrita de Jorge Amado, uma carta dele tratando de literatura, enfim um documento especial.

Ver informações completas