Pular para as informações do produto
1 de 3

Com certificado de autenticidade e garantia

Grande retrato autografado da Princesa Isabel, do Conde d´Eu e dos seus filhos (1884)

Grande retrato autografado da Princesa Isabel, do Conde d´Eu e dos seus filhos (1884)

Preço normal R$ 7.000,00 BRL
Preço normal Preço promocional R$ 7.000,00 BRL
Promoção Tem novo guardião

Em 1884, a Princesa Isabel e o Conde d´Eu escrevem uma dedicátoria em um grande retrato.

Retrato de época da Princesa Isabel, do Conde d'Eu e dos três filhos homens. Brasil, 1884 ou 1885. 20 cm x 27 cm. Dedicatória em português pela mão do Conde d'Eu, assinatura de ambos, para Leonidia Vieira Braga Ribas. Excelente estado, leve marca de uma antiga moldura na borda (5 mm), que não prejudica a dedicatória e a fotografia. Peça única.

A Donna Leonidia Vieira Braga Ribas
Lembrança muito affectuosa
Gaston de Orleans & Conde d´Eu
Isabel Condessa d´Eu

Após retornar da Europa em dezembro de 1881, o casal imperial ficou focado na educação dos filhos até novembro 1884 quando realizou uma viagem de visita às Províncias do Sul, retornando à Corte em março de 1885. Foi nessa época que foi realizado esse retrato da Princesa Isabel, do Conde d'Eu e dos três filhos homens: Pedro de Alcântara, príncipe do Grão-Pará, Luís Maria Felipe do Brasil e Antônio Gastão.

Tudo é elegante, delicado e interessante nesse retrato.

Primeiro, trata-se de um retrato em grande formato, 27cm x 20cm, em excelente estado de conservação, tirado por Alberto Henschel, chamado muitas vezes para fotografar a família real. Ele foi um dos fotógrafos mais importantes - e pioneiros da fotografia no Brasil - que atuaram no país, na segunda metade do século XIX.

Segundo, a atitude da Princesa Isabel com os filhos, especialmente Antônio Gastão, o caçula, chama atenção. Dá para sentir o profundo amor materno da Princesa que contrasta com o pudor militar do Príncipe.

Enfim, mesmo não sabendo ainda quem era a destinatária, a escrita da dedicatória e as duas assinaturas, do Príncipe e da Princesa, estão perfeitas. As dedicatórias e cartas do casal eram mais frequentes quando exilados na França, mas documentos autógrafos deles antes de 1889 são muito mais raros, procurados e então valiosos.



 

Ver informações completas

Formulário de contato