Pular para as informações do produto
1 de 4

Com certificado de autenticidade e garantia

Carta manuscrita de Alberto Santos Dumont (1905/1906)

Carta manuscrita de Alberto Santos Dumont (1905/1906)

Preço normal R$ 15.000,00 BRL
Preço normal Preço promocional R$ 15.000,00 BRL
Promoção Tem novo guardião

Em Paris, em 1905 ou 1906, Alberto Santos Dumont convida amigos para assistir uma corrida de carros da Mercedes.

  • Carta manuscrita de Alberto Santos Dumont para um destinatário desconhecido.
  • Uma folha, duas páginas.
  • 12.5 cm x 17 cm.
  • Em francês.
  • Paris, uma quarta-feira (mercredi, em francês), sem informação sobre a data.
  • Bom estado.
  • Peça única.

Paris, le mercredi 

Caro amigo,

Venha a minha casa
amanha as 9 ¾
O Lemgruber estará
là e nós de lá
iremos ver o
120 mercedes e
depois talvez, iremos
dar um passeio

até amanha

Santos Dumont

A princípio, esta carta ficou bastante enigmática para mim. Quem era exatamente esse Lemgruber? E esse Mercedes 12o ou 120? Nestes casos, e sendo parte do prazer em trabalhar com documentos autógrafos, decidi entrar em contato com a Mercedes na Alemanha, que gentilmente me respondeu (traduzido):

Sr. Meyer,

Obrigado pela sua pergunta.

Segundo nossos arquivos, não houve nenhuma ligação oficial entre Alberto Santos Dumont e a Mercedes-Benz.

Ele provavelmente está se referindo às corridas de Mercedes 120-HP de 1905/06.

Não há outra explicação que possamos pensar e, sendo um inventor, esses carros potentes podem ter sido do interesse de Santos Dumont.

Atenciosamente

Christian Biederstaedt

Mercedes-Benz Clássico

Arquivos e coleções

Vale lembrar que o automobilismo ainda estava se desenvolvendo nessa época. Estima-se que havia menos de 5000 carros em Paris. Esse novo meio de transporte motorizado e seus progressos, interessavam muito os pioneiros da aviação, especialmente pelos motores. As corridas de Mercedes 120, os carros mais potentes da época, atraíam multidões na França, pois foram as primeiras corridas de carros de competição, os precursores do atual Campeonato Mundial de Fórmula 1.

Deduzi então, que essa carta poderia ser datada de 1905 ou 1906, no ponto alto da vida de Santos Dumont, que realizou - ou ia realizar - seus voos históricos de 23 de outubro e de 12 de novembro de 1906. Ele tinha uma vida social intensa e convivia com outros pioneiros e amigos apaixonados por mecânica, franceses e estrangeiros. Entre eles, estavam o destinatário da carta e o Antônio de Avelar Lemgruber (1877-1920), neto do Visconde de Ubá, mencionado por Santos Dumont, outro fã de automobilismo.   

Um detalhe anedótico, a precisão de Santos Dumont: venha a minha casa amanhã as 9 ¾. O papel usado com o cabeçalho, também é singular. Nunca vi outra carta de Santos Dumont usando o mesmo. Last but not least, a grande e bela assinatura, que também chamou a minha atenção.

Enfim, temos aqui uma carta muito importante por sua data, onde podemos sentir nitidamente o entusiasmo do inventor pelo que está vivendo, prestes a mudar a História e a honrar o Brasil.

Ver informações completas

Formulário de contato